top of page

Escreve o teu sucesso

“Se estudares muito, terás um emprego onde receberás bem. Até porque o que importa é teres um bom salário.”


Frequentemente, ouvimos este tipo de discurso cujo formata as nossas cabeças de estudantes para pensarem que o estudo trará um bom emprego, consequentemente, um bom salário e, por fim, que seremos considerados bem-sucedidos perante a sociedade.



Mas… o que é ser bem-sucedido? Qual o conceito por detrás deste objetivo que muitos procuram alcançar?


Cada vez mais, a sociedade e as instituições educacionais deturpam este conceito e relacionam-no com elevadas remunerações, fornecendo um sentimento de confortabilidade económica e, acima de tudo, reconhecimento na vida quotidiana. Claro que isso é importante, e pode até passar por uma das etapas no teu conceito de “sucesso”. Por exemplo, se pretendes viajar pelo mundo, dinheiro é algo de que certamente precisarás.


Grande parte dos estudantes possuem este pensamento, porém, não fazem uma introspeção do que seria realmente “ser bem-sucedido” para eles. Pode não ser um bom salário, pode não ser o reconhecimento mundial ou exercer um cargo de alto prestígio. Pelo contrário, pode ser exercer uma profissão que adoram, apesar de não terem um salário elevadíssimo, ou então pode ser um cargo mais discreto que não seja reconhecido internacionalmente. O que importa é que te sintas realizado com a tua decisão e, atenção, estás sempre a tempo de a mudar.



Um exemplo dessa mudança foi a pandemia. Com a mesma, muitos trabalhadores e estudantes foram obrigados a reinventar-se. Apesar de possuírem licenciaturas e mestrados, isso não foi o suficiente para ultrapassar essa fase difícil para todos. E adivinhem… vimos até a ascensão de projetos e profissões que nunca nos ocorreu que pudessem existir ou, outrora, diríamos que nunca resultariam. Inevitavelmente, as pessoas tiveram de pensar “fora da caixa” e, sobretudo, arriscar.


Correr riscos pode ser um fator vital para marcar o caminho, assim como o questionamento de alguns padrões incutidos pela sociedade. Para isso aconselhamos-te vivamente a praticar journaling.


Com ou sem licenciatura, com um baixo e ou elevado salário, contrariamente ao que a sociedade alicia, a tua coragem e o teu comprometimento em tornar as “possibilidades” em realidade é o que demarcará o teu caminho.


Portanto, para todos os que estão a ler este artigo, o conceito de “bem-sucedido” não tem limites, porque são vocês delimitam o vosso sucesso, até onde querem ir, e o que isso significa para vocês.



Assim, incentivamo-vos a seguirem o vosso caminho e, especialmente, a criarem o vosso conceito de sucesso!  





114 visualizações

Comments


Artigos Recentes

bottom of page